Item de NotíciaEdição 3343
(Categoria: Destaques da Capa)
Postado por Redação
23/Apr/2020, 21:43

Detran Paraná coloca no ar novo portal de serviços
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) colocou no ar nesta segunda-feira (27) o seu novo portal. O site do órgão foi reestruturado para ser um portal de serviços, melhorando a experiência do cidadão que busca serviços digitais, neste momento reforçados por causa da pandemia do novo coronavírus.
O site do Detran recebeu no mês de março, do Observatório Nacional de Segurança Viária, a avaliação de primeiro lugar, como o melhor portal entre todos os Detran do País, ao lado do Rio Grande do Sul. Mesmo assim, a equipe continuou trabalhando para trazer um site ainda melhor.
“É muito satisfatório já sermos reconhecidos pelo bom trabalho, mas nossas equipes não param de buscar melhoria e evolução. Este novo portal é uma prova disso”, comenta o diretor-geral do Detran Paraná, Cesar Kogut.

Novidades
Com o visual mais claro, o portal traz logo no início uma grande barra de pesquisa onde o cidadão pode digitar o serviço que procura. Logo abaixo, há ícones com os principais serviços em destaque, ou os mais recentes adicionados ao portal.
Há, ainda, mais seis destaques que são alterados automaticamente pelo sistema, de acordo com os serviços mais buscados pelos usuários. Só nas páginas iniciais do site, o cidadão tem quatro opções de busca pelo serviço desejado. O portal tem também notícias, links principais, vídeos, canais de atendimento, agenda executiva, editais.
“O novo portal de serviços do Detran estará permanentemente em evolução” diz a diretora de tecnologia e desenvolvimento do Detran, Jaqueline Almeida. “Estamos focados em melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, oferecendo serviços digitais para que ele possa cumprir suas obrigações de forma cada vez mais eficiente e com a segurança, na palma da sua mão”, afirma.

------------------------------------------------------------------------------------

Interligação de elevatória de água interrompe abastecimento em Curitiba
Na quarta-feira (29), a Sanepar fará a interligação da nova estação elevatória do Corte Branco à adutora (tubulação de grande porte) que leva água ao Reservatório Portão. Nesta semana, foi feita a interligação do mesmo reservatório à adutora do Reservatório Xaxim.
Para fazer essa interligação, será necessário interromper o fornecimento de água para algumas regiões de Curitiba, Araucária e Fazenda Rio Grande. O serviço será realizado das 6h até as 17h, e o retorno do abastecimento ocorrerá de forma gradativa, sendo normalizado às 6h de quinta-feira (30).

Ficam afetados os seguintes bairros:
Curitiba: Capão Raso, CIC, Pinheirinho, Sítio Cercado, Tatuquara, Campo de Santana, Caximba, Ganchinho, Água Verde, Boqueirão, Fanny, Fazendinha, GuaÍra, Hauer, Lindoia, Novo Mundo, Portão, Santa Quitéria, Seminário, Vila Izabel e Xaxim.
Araucária: Cachoeira, Campina da Barra, Costeira, Iguaçu, Tindiquera.
Fazenda Rio Grande: Dos Estados, Iguaçu, Santa Terezinha, Jd. São Lourenço, Jd Brilhante, Jd Kokubo, Ipê, Eucaliptos, Nações, Eucaliptos, Hortência, Santarém.
O Reservatório do Corte Branco é um dos mais importantes para o sistema de abastecimento de água da cidade. Ele recebe água da Estação de Tratamento Iguaçu e abastece mais de 30 bairros da cidade. Atualmente, a população de Curitiba é atendida com mais de 484 mil ligações de água e 6,9 km de redes de distribuição.

------------------------------------------------------------------------------------

Compra Direta Paraná tem prazo prorrogado
O Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, prorrogou até às 12 horas de 4 de maio o prazo para elaboração dos projetos de venda do Programa Emergencial Compra Direta Paraná.
O prazo inicial terminaria nesta segunda-feira (27), às 17 horas, de acordo com o Edital de Chamada Pública n.º 004/2020-Seab. O motivo da prorrogação é a instabilidade no sistema decorrente do grande número de acessos das organizações da agricultura familiar interessadas em participar do processo.
O Desan comunica também que o prazo para o fornecimento será de três meses, a partir da contratação, com objetivo de beneficiar as entidades beneficiárias com quantidades mais significativas. Os projetos de venda já finalizados não precisam ser refeitos. O ajuste será efetuado automaticamente pelo sistema Compra Direta Paraná.

Programa
O Governo do Estado destina R$ 20 milhões para este programa. Os recursos fazem parte do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. Está prevista a compra de mais de 70 itens produzidos pela agricultura familiar.
Os alimentos serão destinados à rede socioassistencial, restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos, hospitais filantrópicos e Centros de Referência em Assistência Social, entre outros.

------------------------------------------------------------------------------------

Incêndio no entorno da represa do Iraí está controlado
O incêndio que atingiu a área do entorno da represa do Iraí, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, foi controlado no final da tarde de sábado (25). O combate ao fogo foi feito por uma equipe do 6º Grupamento do CB, de São José dos Pinhais, com apoio do Grupo de Operações de Socorro Tático, de Curitiba.
“Seguimos acompanhando e avaliando o local para agir se houver novo acionamento”, disse o tenente Bruno Vírtoli de Mattos, oficial da área do 6º Grupamento do CB. Até o início da tarde deste domingo (26) não havia registro de novos acionamentos.
Irai é uma das principais represas de abastecimento de água da capital e região. O local é de difícil acesso e a ação dos bombeiros teve o suporte de uma aeronave do Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).
O incêndio começou quinta-feira (23) em Quatro Barras e foi monitorado pelo Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e voluntários da Federação Paranaense de Montanhismo.
No sábado houve expansão, chegando já à divisa de Quatro Barras com Piraquara, quando teve início as ações de combate. As causas e a dimensão da área afetada estão ainda sendo apuradas.
O incêndio não é na área de abrangência da Sanepar na Represa do Irai, mas a bióloga Ana Cristina do Rego Barros, gestora de Educação Ambiental da companhia acompanhou a situação. Ela explica que o entorno da represa é formado por campos e várzeas e que o incêndio provoca prejuízos em qualidade do ar e em disponibilidade hídrica, já que a vegetação ajuda a reter água no solo. Ana Cristina lembra, ainda, que o incêndio pode prejudicar ainda mais a situação da Represa do Irai, que hoje, em função da estiagem, já está a 40% de seu volume normal.

------------------------------------------------------------------------------------

Paraná tem 1156 casos, 682 pacientes que se recuperaram e 73 óbitos
A Secretaria da Saúde do Paraná divulga no Informe Epidemiológico deste domingo (26) mais 16 novos casos e quatro óbitos pela Covid-19 nas últimas 24 horas. Agora o Estado tem 1156 casos confirmados, 682 pessoas que já se recuperaram e estão liberadas com segurança do isolamento e 73 que foram a óbito em decorrência da doença.
Os 16 casos novos foram confirmados nos municípios de Curitiba (3), São José dos Pinhais (2), Cascavel (1), Campo Mourão (2), Paranapoema (1), Paranavaí (2), Maringá (1), Londrina (2), Guaíra (1) e Telêmaco Borba (1).
Quatro pessoas foram a óbito, todas estavam internadas: duas mulheres que residiam em Curitiba, com idades de 88 e 40 anos, e dois homens, residentes em Londrina (87) e Foz do Iguaçu (55). Residentes de outros estados e que tiveram o diagnóstico no Paraná são 15, dois deles foram a óbito.
Neste sábado, foram registrados 661 pacientes recuperados, que já estão liberados do tratamento e do isolamento, com segurança.

------------------------------------------------------------------------------------

Saúde confirma mais 38 casos e cinco óbitos pela Covid-19
O boletim divulgado nesta sexta-feira (24) pela Secretaria de Estado da Saúde confirma 38 novos casos e mais cinco óbitos pela Covid-19. O Paraná soma 1.119 casos confirmados e 65 mortes pelo novo coronavírus. Há 620 pacientes recuperados. São pessoas que tiveram o diagnóstico laboratorialmente, se curaram e estão liberadas de isolamento com segurança.
Os 38 novos casos foram registrados em: Guaratuba (1), Campo Largo (1), Colombo (1), Curitiba (8), Fazendo Rio Grande (2), São José dos Pinhais (1), Barracão (1), Foz do Iguaçu (2), Cascavel (3), Araruna (2), Campo Mourão (1), Alto Paraná (1), Amaporã (1), Paranavaí (1), Planaltina do Paraná (2), Apucarana (1), Mandaguaçu (1), Maringá (3), Cambé (1), Guaraci (1), Londrina (2) e Guaíra (1).
As pessoas que morreram em consequência da doença são cinco homens: um residente em Araruna (81 anos), dois moradores de Londrina (83 e 92 anos), um morador de Terra Boa (61 anos) e um de São João do Caiuá (40 anos). Todos estavam internados.
Hoje, há casos confirmados do novo coronavírus em 115 municípios paranaenses. O número de pacientes que residem fora do Paraná e foram diagnosticados no Estado se mantém – são 14 casos confirmados e dois óbitos, conforme detalhamento no Informe Epidemiológico.
A Secretaria de Estado da Saúde informa que o sistema gerenciador de dados apresentou inconsistências relacionadas aos casos em investigação nos informes divulgados nos dias 23 e 24 de abril. O problema ocorreu devido a uma atualização do sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL) e a ferramenta utilizada para a compilação de dados.
Desta forma, a Sesa reitera os esforços para garantir a segurança e confiabilidade dos dados e, por este motivo, e até a reprogramação do sistema que gera este dado, não publicaremos esta informação.

------------------------------------------------------------------------------------

Voluntários da Copel fazem máscaras de proteção
Em meio à pandemia do coronavírus, as pessoas passaram a usar máscaras de proteção, o que aumentou a procura de tal forma que o produto começou a faltar. Ao mesmo tempo, também surgiram iniciativas voluntárias de confecção de máscaras, de tecido ou de TNT, para atender a essa necessidade.
Na Copel existem vários grupos de voluntariado que trabalham em diferentes frentes e recebem incentivo da empresa através do Programa Eletricidadania. Ele permite que os empregados utilizem, a cada mês, 4 horas do expediente em ações de voluntariado.
E a ideia chegou a dois desses grupos através de uma das integrantes, aposentada da Copel, que já vinha fazendo máscaras para o marido, os vizinhos idosos do condomínio onde mora e pessoas do círculo de amizades, em Curitiba.
As cerca de 16 voluntárias, funcionárias da ativa e aposentadas, abraçaram a ideia e iniciaram a produção de máscaras logo no início da pandemia.
Algumas contribuem com doação de materiais, outras com a costura, outras, ainda, com a higienização e embalagem individual das peças – cada qual em sua casa, respeitando o distanciamento social.
Já foram produzidas mais de 500 máscaras, atendendo a necessidade de instituições de cuidado a idosos e pedidos de amigos, vizinhos e colegas de trabalho.

Satisfação
Uma das voluntárias é Kátia de Fátima Antônio, que trabalha no departamento de Planejamento e Gestão de Pessoas da Telecom. Ela tinha materiais em casa e aproveitou para iniciar a produção.
Para Kátia, ajudar o outro a se proteger nesse momento tão delicado é uma satisfação pessoal muito grande, sabendo que pequenas ações podem transformar a vida do próximo.

Outras cidades
A iniciativa se repete em outras cidades. Em Ponta Grossa, a técnica comercial da Copel Distribuição Márcia Akemi Gomes já confeccionou 300 máscaras que foram doadas pelo grupo às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade pelo Projeto Mãos Solidárias.
Em Irati, oito das voluntárias ligadas aos grupos de trabalho que já existem na Copel estão trabalhando na produção de máscaras de proteção. Em Toledo, a técnica administrativa Rosemary Santana vem fazendo máscaras infantis para crianças e jovens de 2 a 14 anos.


------------------------------------------------------------------------------------


Em Carambeí
Rio São João é penalizado com estiagem
A redução drástica no volume da água do Rio São João, em Carambeí, vem preocupando os moradores locais. Além de sofrer com a estiagem severa que vem ocorrendo em todo estado, o Rio também comporta desde o ano de 2018, as operações de uma Central Geradora Hidrelétrica, a CGH São João. As atividades, de geração de energia, segundo pessoas que conversaram com a reportagem, estariam desviando a água de parte do Rio para a operação. “Passei semana passada lá, por volta de sete horas da manhã e o volume de água estava normal, na volta, as 12h10, já estava tudo seco”, descreveu um morador entrevistado, que pediu para não ser identificado.
Também foi ouvido pela reportagem o representante da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Carambeí, Rosney Ribeiro. Ele explicou que o departamento também já recebeu denúncias graças à redução no volume de água do Rio, e que as denúncias apontam a atividade da empresa como responsável pela diminuição da água. Já o representante legal da empresa que explora o São João para a geração de energia, Ricardo Villanueva, com quem a reportagem conversou por email, garantiu que a Geradora Hidrelétrica não é a causadora da diminuição do volume da água, explicando que a geradora não faz retenção.
Página 4

------------------------------------------------------------------------------------


Em Castro
Maioria procura lojas para pagar contas atrasadas
Página 5

------------------------------------------------------------------------------------


R$ 28 milhões para Hospital Universitário HU - UEPG
O governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve nesta quinta-feira (23) no Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais, em Ponta Grossa, e anunciou o repasse de mais de R$ 28 milhões para ações de combate ao novo coronavírus na região. As verbas serão destinadas à ampliação da capacidade de leitos do HU, à transferência da ala da maternidade para o Hospital Municipal.
Página 3

------------------------------------------------------------------------------------


Castro e Arapoti
Agroleite e Expoleite
cancelam suas feiras

O Agroleite 2020 marcado para acontecer no período de 11 a 15 de agosto, na Cidade do Leite e Parque de Exposições Dario Macedo, em Castro, foi cancelado por causa da pandemia mundial da Covid-19. O mesmo para a Expoleite, de Arapoti, que por segurança e a não aglomeração de pessoas, também adiou o seu tradicional evento para 2021.
Página 4

------------------------------------------------------------------------------------

Em Castro
Festa da Misericórdia
arrecada alimentos para
famílias carentes

A pandemia do novo coronavírus continua a adoecer pessoas Brasil a fora, assim como, continua a mexer com a realidade econômica das famílias, em alguns casos, fazendo com que a vulnerabilidade e dificuldades tornem-se ainda maiores. Contudo, no último final de semana foi a vez dos devotos da Divina Misericórdia, que frequentam as capelas e a Matriz Nossa Senhora do Rosário, de Castro, promoverem ações de caridade, para ajudar as famílias carentes assistidas pela Igreja.
Página 5

------------------------------------------------------------------------------------

Em Tibagi
Academias voltam a funcionar
Página 6

------------------------------------------------------------------------------------

Câmara Municipal de Castro
Plenário sediará
reuniões públicas

Página 3

------------------------------------------------------------------------------------

Veículos lançam campanha 'Mesa Brasil'
Página 6

------------------------------------------------------------------------------------

Carnês de IPTU, de Tibagi, começam a ser entregues
Página 4


Esta notícia é de Jornal Página Um News
( http://paginaum.com/news.php?extend.1010 )